notícias

PSDB pede à Procuradoria Eleitoral cancelamento do registro do PT

20 jan 16
Perfil

G1 informa:

 

O vice-presidente jurídico do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), protocolou nesta quarta-feira (20) uma representação na Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE), em Brasília, solicitando o cancelamento do registro partidário e do estatuto do Partido do Trabalhadores (PT).

 

Na petição, o PSDB reproduz trecho de reportagem publicada na última segunda-feira (18) pelo jornal “Valor Econômico” na qual é relatado trecho de declarações prestadas pelo ex-diretor da área internacional da Petrobras, Nestor Cerveró, a investigadores da Operação Lava Jato, antes de ele fechar o acordo de delação premiada com a Procuradoria Geral da República.

 

No trecho citado pela reportagem, Cerveró afirmou que uma negociação para aquisição de US$ 300 milhões em blocos de petróleo na África, em 2005, teria gerado propina de até R$ 50 milhões para o financiamento da campanha de reeleição do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006.

 

De acordo com o jornal, Cerveró tomou conhecimento das informações por intermédio de Manuel Domingos Vicente, que presidiu o conselho de administração da estatal petrolífera angolana (Sonangol) e atualmente é vice-presidente do país africano.

 

O pedido de cancelamento de registro do PT, feito pelo PSDB, se baseia no artigo art. 17, inciso II da Constituição Federal, que proíbe os partidos políticos brasileiros de receberem de entidades e governos estrangeiros recursos financeiros.

 

“É a necessidade de garantir a soberania nacional que impõe a não sujeição de partidos políticos a entidades estrangeiras, inclusive por meio de cooptação financeira”, diz o documento protocolado pelo PSDB.

 

Com base nas informações do “Valor Econômico”, o partido de oposição afirma que “há indícios concretos” de que o PT foi “beneficiado de recursos oriundos de uma entidade estrangeira de titularidade do governo de Angola, através da campanha presidencial de 2006”.

 

O PSDB afirma que a legislação prevê aos partidos “responsabilidade solidária” pelas campanhas de seus candidatos e que, por isso, caberia punição ao PT, por meio do cancelamento do registro.

 

“Este proceder do PT põe em cheque a soberania nacional, pois, na medida em que era um representante desse partido que quem exercia e continuou a exercer o mandato de presidente da República nos anos que se seguiram, já não se sabe quais os interesse efetivamente foram atendidos pelo então chefe do Poder Executivo”, diz Carlos Sampaio, na representação.

 

O G1 procurou a assessoria de imprensa do PT, mas até a última atualização desta reportagem não havia obtido resposta.

 

 

Foto: Goiás 24 Horas

 

 

Jornalistas, publicitários e especialistas em comunicação política trazem informação e análise para o debate público da atividade.

Publicações relacionadas

PSDB pega pesado na TV, no estilo PT dos anos 1980

PT vai recorrer ao TSE contra programa do PSDB

Vaccari nega doações ilegais de fornecedores da Petrobras para campanha do PT

últimas publicações
notícias Posto Ipiranga barra propaganda de João Dória na justiça

Mônica Bérgamo informa:   O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) aceitou pedido...

exterior Estátuas de Trump nu divertem os EUA

Estátuas que satirizam o candidato republicano à presidência, Donald Trump, foram espalhadas em cinco...

opinião Campanhas para governar, não apenas para ganhar

Donald Trump e Hillary Clinton, em debate na eleição presidencial norte-americana, colocam o dedo...

técnica O voto de garrafa

Aprendi a expressão “voto duro” na Bolívia, quando atuei como consultor na campanha de...

pesquisas Penúria nas pesquisas, vôo cego nas campanhas

A eleição municipal já começou e o mercado de pesquisas eleitorais também está em...

regulação Lei Falcão 2.0 no horário eleitoral: restrições e benefício

Em 1º de julho de 1976 foi promulgada a Lei nº 6.339, batizada em...

financiamento Campanha barata ou injusta?

Michael Freitas Mohallem* comenta:   A última mudança nas regras eleitorais, em 2015, teve...

depoimentos Os Prisioneiros da Caixa 2

Ao final de seu depoimento ao juiz Sergio Moro, dentro do acordo de delação...

história Conselhos eleitorais com 2.000 anos de validade

Políticos disputam eleições há milhares de anos. E, antes mesmo de Jesus Cristo nascer,...